sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Mãos Manhosas - Novo capítulo

Oi pessoal. Algum tempo sem vir postar, espero que tenham tido boas entradas, aliás, umas boas festas, e que 2010 seja do melhor para todos.

Entretanto vou ver se consigo criar aqui um capítulo para darem a vossa opinião, que é a da análise de mãos. Cada um é livre de mostrar a mão que quiser, de falar da mão que eu postar, o que quiserem, aliás, vou ver se crio um email para o envio de mãos.

Para começar vou postar duas mãos que achei de certa forma parecidas, e que gostava que dessem a vossa opinião sobre elas.

Vamos à primeira, se eu conseguir... Ehehehe!















Estamos ainda na primeira fase de um «Sit'n'Go», com «Blinds» 50/100

Ora, primeira parte. «Pré-flop»

Eu estava na BB, com 62 «suited» de paus. O UTG fez «limp», assim bem como o CO e o Dealer. O SB aproveitou e pagou o resto da «Blind» para entrar na mão. Eu apenas dei «check» pois a mão não era mão para mais nada, achei eu.

De seguida veio o «flop»















Esta parte foi um pouco estranha, mas a ver se consigo explicar, o SB faz «check», eu fiz «check», creio, o UTG fez só «check», o CO aposta 300, o Dealer faz «call» de 300, o SB faz «fold» eu pago 300, o UTG faz «raise» para 1000, o CO faz «fold», o Dealer paga 1000, eu faço «all-in» de $2970. Tenho mais do que o UTG e o Dealer. Tenho «draw» ou projecto de cor, para «flush».

Foi bem ou mal jogado por mim aqui?

Vou só colocar o resto da mão, pois devo dizer que entrámos depois todos em «all-in».

A «board» mostrou depois o seguinte:

























Bom, o certo é que as mãos dos meus adversários me bateram, mas, ao jogar para a cor, e apostar como o fz depois de ambos fazerem «slow-play» às suas mãos, a minha leitura foi correcta? Aliás, o que fiz, foi bem feito? Em princípio, por Sklansky não, pois se soubesse as suas mãos, particularmente a do Dealer teria desistido obviamente, o que, só por si, é indicador de que joguei mal, mas no «flop», com as leituras, foi correcto o «shove» ou não?

Devo só dizer que com essa «board», em percentagens, tinha cerca de 16%, no calculador de «odds» do site, sem introduzir as mãos dos adversários, ou seja, sem saber o que eles tinham...

Bom, postarei a segunda mão depois, que esta já foi muito longa, e assim chateio mais depois!

Abraço e espero por vocês!

Márcio  Guerra


P.s.- Acabei por recuperar da porrada que levei nessa mão e fiquei em 4º ou 5º, nesse torneio de 54 jogadores. Ou seja, no dinheiro, era um «Sit'n'Go' de 25 cêntimos de dolar. Deu um dolar e qualquer coisa.

3 comentários:

Anónimo disse...

é um all in ridiculo a meu ver.. se pensares bem tinhas projecto de cor com 6 e com a mesa dobrada as probabilidades de seres arrumado por alguem que tivesse o full house, na minha opiniao era fold nessa situaçao.. por acaso podias ter sorte, ainda esta semana perdi para um jogador que colocou todas as suas fichas numa mao desse genero e me deixou numa situaçao muito ma, por sorte consegui recuperar..

Rui disse...

Mão muito mal jogada.

Contra 4, a probabilidade de acertarem um valete é enorme. Contra bet e raise é fold fácil. E o aaaaarrgghh não vai largar quando deixou mais de metade da stack para trás, o que é ridículo pois quando o valor da aposta equivale a metade, ou mais, das tuas fichas é pra meter sempre tudo.

Tinhas fichas pra sair daí e mesmo assim ficar confortável, e assim tás comprometido a esperar por uma mão para meter todas.

Márcio Augusto R. Guerra disse...

Obrigado a ambos pela visão e discussão aqui da mão.
É a tal coisa, que eu tenho lido, sobre o que é um raise para largar, mas como nas férias tinha lido parte do livro do Doyle Brunson, e ou percebi mal, ou fiz mal as contas, ou nem sequer as fiz, pensando que estava mais ou menos a jogar para o flush, pensei que chegava lá, e, do que eu percebi do Doyle, é que por vezes é preciso jogar, ou seja, mesmo atrás, ser um small «dog», em vez de uma aposta para 45/55, ou seja, tipo, 33& contra o resto. O certo, provavelmente, é que nem para os 33 eu estava a jogar, se bem que no flop, com o draw, mas descontando cartas que lhes favorecessem em vez de a mim, eu ainda estaria nos 36%, mais ou menos, e a board ainda me poderia dar outras coisas, mas sim, foi uma má mão, mas tive pena de a deitar fora, podendo, em caso de sorte, sim, de sorte, bater muita coisa e despachar 2 do torneio...

Obrigado e abraço!

Márcio Guerra